cfc
NOSSO ATENDIMENTO É PENSANDO EM VOCÊ
27/07/2018
CADEIRINHA DE BEBÊ PARA AUTOMÓVEIS
24/08/2018

Uma das maiores dificuldades de quem está dirigindo, independente se for um motorista iniciante ou experiente, é achar vaga para estacionar. Na verdade, algumas vezes o problema não é achar a vaga, mas estacionar rente ao meio fio, e aí queremos achar uma vaga obliquo, pois quando achamos apenas vaga ao meio fio, caímos no medo de ficar tentando estacionar o carro ou pior ficar entalado ali, manobrando, manobrando e nada.

Quem nunca saiu de casa já pensando naquela vaga perto de uma entrada de garagem? Acredito que todos nós já passamos por isso!

Controle Emocional ao Dirigir

Além de saber estacionar, é muito importante manter um controle emocional e também, se estiver acompanhado, escolher um carona calmo, tranquilo, para não deixar a situação tensa e não deixar você mais nervoso e preocupado.

Aqui vai algumas 9 dicas para seu controle emocional: 👇

  1. Treine as manobras básicas de estacionamento em uma rua tranquila, sem carros estacionados e treine as olhadas de retrovisor e aproximação do meio fio para estacionar;
  2. Dirija com calma e atentamente, respeitando a sinalização da via. Quando estiver perto do local aonde quer ir, diminua a velocidade e sinalize. Escolha um lado da rua onde pretende estacionar e se a vaga estiver do outro lado da rua, siga em frente, dê a volta no retorno ou rua mais próxima e o assuma o lado certo da pista para entrar na vaga. É assim que funciona, ter vaga é uma questão de sorte!
  3. Antes de sair de casa, procure em algum dispositivo a imagem do trajeto que vai realizar: veja se o estacionamento é pago, o sentido de cada via, dentre outras informações. Dessa forma, você anota os pontos de referência de cada trecho ou local durante o trajeto;
  4. Não se distraia olhando para os carros estacionados procurando vaga para não esquecer de olhar para a frente e manter o carro reto na pista; as olhadas são rápidas;
  5. Tente ver por cima dos carros quando estiver se aproximando do local e pelas laterais para visualizar a abertura onde está faltando um: essa pode ser sua vaga;
  6. Reduza a velocidade e a marcha e sinalize para entrar na vaga: não tente fazer a manobra de pressa, com uma agilidade e uma prática que você não tem. Não tenha vergonha de fazer a manobra com calma, tudo devagar, prestando atenção, olhando nos retrovisores;
  7. Prefira as vagas que estão no início ou no final de portões e garagens. Por exemplo, aquelas vagas sinalizadas em que o último carro pode estacionar, pois dali para frente é um portão. Essas vagas são boas pois não terá mais nenhum carro estacionado e terá espaço suficiente para manobrar;
  8. Nunca desista de sair com o carro com medo de estacionar. Pelo menos vá até o local, se não sentir segurança ou não achar vaga, volte. Ao menos você se acostuma com o trajeto. Treine em local seguro, simule suas dificuldades e depois que sentir confiança e conseguir realizar as manobras com segurança, volte ao local e tente estacionar.
  9. Uma coisa muito importante: não tenha vergonha de ser recém habilitado ou de estar recomeçando a dirigir. É um processo normal que qualquer motorista habilitado passa. O que te falta é a prática, mas essa vem com o ato de dirigir, com a paciência, a determinação e com os treinos seguros antes de se lançar no tráfego.

Você gostaria de ser avisado do vencimento da sua CNH? Sim, teremos satisfação em cuidar disso para você e avisá-lo (a) com antecedência, basta CLICAR AQUI e cadastrar os dados. 

Estacionando rente ao meio fio

“Será que ralei as calotas?” ou “Será que vou subir na calçada?” são os pensamentos mais comuns na hora de estacionar rente ao meio fio. Na prova prática, essa manobra chama-se ‘parada regular de estacionamento’ e sempre é ao final do exame prático, para apavorar mais ainda os motoristas. Mas nada que um pouco de treino e de prática não resolva.

O segredo deste tipo de manobra é aproximar ao máximo as rodas da frente do carro do lado da calçada sem encostar os pneus, sem ralar as calotas e sem subir no meio fio. Falando parece ser algo muito simples, o que de fato é, mas na prática, com outros fatores emocionais e psicológicos atrapalhando, a prática se torna um pouquinho mais complicada. Por tanto, vamos a algumas dicas! 👇

  1. Aproximando-se do local onde vai estacionar, já sinalize para que o motorista de trás entenda a sua intenção;
  2. Aproxime-se do meio fio e diminua bem a velocidade conforme a sua aproximação. Um carro só sobe a calçada quando a velocidade não está baixa; se você fizer essa manobra bem devagarinho vai perceber quando o pneu encostou na calçada e vai ter tempo de parar o carro antes do pneu subir. Lembre-se: é uma manobra simples que requer calma e tranquilidade.
  3. No momento em que você estiver estacionando rente ao meio fio, o pneu do lado em que estacionar vai se aproximar primeiro da calçada e a traseira estará ‘tortinha’. Para alinhar o carro, apenas puxe o volante o suficiente para que a frente do carro se alinhe com o meio fio; nesse momento é FUNDAMENTAL olhar o espelho retrovisor do lado do carona para verificar se a traseira do carro ainda está muito para fora ou se ela está alinhada perpendicularmente com o meio fio. Sempre de seta ligada!
  4. Se na hora em que você puxou a frente do carro para tentar trazer a parte de trás para se alinhar rente ao meio fio acabou indo um pouquinho para frente, é simples: coloque a marcha ré, vire o volante para dentro da vaga até que a quina da traseira do seu carro encoste com a linha branca da foto. Nesse momento, é só continuar “puxando” a traseira do carro (gire para dentro da vaga) até que as rodas da frente e de trás se alinhem com essa faixa branca. 
  5. Se na hora em que você puxou a traseira do carro na manobra de ré para alinhar com a faixa branca acabou passando um pouquinho e as rodas foram mais para perto do meio fio ou se encostaram na calçada, não tem erro: pise no freio, segure o carro na meia embreagem, coloque a primeira marcha e só puxe a cara do carro para a frente entortando as rodas para que se alinhe com a faixa branca ou com o meio fio. Pronto: está estacionadinho e de boa e sem sufoco.
  6. Toda manobra é feita com calma e com tranquilidade, em baixíssima velocidade para que dê tempo de perceber quando as rodas da frente encostam no meio fio e dê tempo de evitar que suba a calçada. A roda de trás encostou no meio fio? Sem problemas, coloca a primeira e puxa a frente do carro para alinhar a vaga.

É como aquela famosa frase: “A prática leva à perfeição”. Então não deixe o medo te vencer e pratique bastante estacionando na frente de sua casa, em qualquer lugar, até virar craque na manobra! 😉🚗

Você gostaria de ser avisado do vencimento da sua CNH? Sim, teremos satisfação em cuidar disso para você e avisá-lo (a) com antecedência, basta CLICAR AQUI e cadastrar os dados. 

O conteúdo deste artigo foi desenvolvido baseado no livro da autora Márcia Pontes.

Leia também: PERDENDO O MEDO DO EXAME DE DIREÇÃO